• Jade Martins

CASANDO NA JANGADA - MARY E DANILLO

Elopement Wedding significa “fugir para casar”. Esse tipo de cerimônia só tem duas pessoas convidadas: os noivos. Essa tendência de casamento já está na mente de muitos casais que vão para algum lugar paradisíaco e realizam a união tão esperada. Geralmente acontece em uma paisagem incrível: pode ser no campo, na beira da praia, em uma cachoeira ou em cima de uma jangada no Pontal de Maracaípe, a 10 minutos de Porto de Galinhas. Foi o que Danillo e Maryane fizeram.


Eles foram os primeiros noivos a realizarem uma cerimônia com o lindo projeto Casando na Jangada, em setembro de 2020. Um momento totalmente sincero e emocionante. Juntos há 12 anos, eles estavam com o casamento marcado, mas assim como vários casais, não puderam concretizar esse sonho por conta da pandemia. Eles não sabiam da surpresa que a vida ia lhes dar.


Danilo foi guiado pelo jangadeiro Ezequiel e esperou sua amada chegar. Enquanto isso, eu preparava as partituras da trilha sonora e a celebrante Vanessa Carvalho pegava um pouco das águas do encontro do rio e do mar para abençoar essa união linda.



Quando ele menos esperou, o seu amor Mary estava chegando em outra jangada e a cerimônia começou.




A jangada seguiu pelas águas do Pontal de Maracaípe enquanto eu ia tocando as músicas dos noivos durante as boas vindas da cerimônia dada pela celebrante. Nesse momento, com certeza um filme dos 12 anos de história passou pela cabeça dos dois. Doze conchas foram jogadas nas águas para relembrar os momentos que eles passaram juntos. O sol ia baixando aos poucos, e nesse momento já tínhamos ideia de que o pôr do sol seria inesquecível! Enquanto isso, eles diziam os votos e, enfim, trocaram as alianças.





O repertório tinha a cara dos dois: Para a noiva eu toquei “Ave Maria”, para o noivo toquei “Pra você guardei o amor”. Durante a cerimônia toquei algumas músicas de fundo para que as palavras da celebrante ficassem ainda mais emocionantes! Nos votos, toquei “Ouvi dizer” da banda Melim. Na troca das alianças, a música selecionada foi “Trevo (tu)”. “Ai que saudade d’ocê” para as assinaturas e “Perfect” para a saída foram as músicas finais.


O pôr do sol já estava incrível, a cada segundo ficava mais e mais lindo e finalizamos a cerimônia. Vocês acham que parou por aí? Ainda teve uma sessão de fotos pós wedding de tirar o fôlego! To apaixonada pelas fotos da Diga X Fotografia.




A cobertura visual do casamento foi feito pela Diga X e por Iva Drone. Vejam esse video lindíssimo.



Esse casamento foi lindo demais, né? Caso você queira realizar o sonho de casar com quem você ama em um paraíso acessível, entre em contato com o Casando na Jangada! Para ver mais relatos de casamentos como esse e outros eventos com violino, é só acessar o meu Instagram.


Conheçam a equipe do Casando na Jangada:

Celebrante - Vanessa Carvalho Violinista - Jade Martins

Social Media e atendimento - Giuliana Scanoni

Foto - Diga X Fotografia Imagens de drone - Ivadrone Jangadeiros - Associação dos Jangadeiros de Maracaípe


82 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo